Colóquio Internacional Estratégias anti-gnósticas nos escritos de Plotino

Descrição e organização

A equipe do professor Jean-Marc Narbonne da Universidade de Laval, responsável pela nova edição e tradução da obra de Plotino para a coleção Les Belles Lettres a Paris, organiza na Unifesp, São Paulo, entre os dias 19-20 março de 2012 um congresso sobre a polêmica antignóstica nos escritos de Plotino.

A pesquisa plotiniana nos últimos anos contribuiu para mostrar que a oposição de Plotino aos gnósticos ocupa um lugar muito mais importante que outrora se imaginava. De um lado, os escritos gnósticos testemunham uma força especulativa e uma inventividade muito maior do que se supunha. Muitos enunciados cuja originalidade é atribuída a Plotino possuem uma história anterior ao próprio corpo dos escritos gnósticos e herméticos. De outro lado, a resposta de Plotino aos gnósticos não está limitada ao pseudo Grosschrifit, construído pelos tratados 30-33, como se Plotino tivesse liquidado de uma vez por todas o « problema » gnóstico e tivesse passado a uma outra etapa. De fato, é propriamente ao longo de sua carreira intelectual que se confrontou com e que reagiu às teses gnósticas. O presente colóquio tentará iluminar as diferentes estratégias empregadas por Plotino, em diferentes etapas de sua trajetória, para responder e tomar distância com relação à gnose. Dessa forma, as conferências abordarão os tratados do ciclo anti-gnóstico (30-33), mas igualmente identificando tais elementos nos tratados psicológicos (22-28) e da primeira fase (1-7). Nesse sentido, a hipótese a ser investigada é a da substituição da ideia de um Grosschrifit pela de um Grosszyklus, que, a princípio, compreenderia o conjunto de tratados da fase intermediária dos escritos plotinianos, abrangendo diversas estratégias críticas. Tal hipótese será contemplada pelos diversos aspectos das exposições dos conferencistas.

Programa

Dia 19 de março

10:00h : Abertura.

10:30h – 11:30h :

Jean-Marc Narbonne

Université Laval (Québec)

La thèse plotinienne selon laquelle toutes les âmes sont une :

un argument possible contres les gnostiques?

14:30h – 15:30h :

Kevin Corringan

Emory University (Atlanta).

Plotinus and the Gnostics: the particular

impact of the Tripartite Tractate

and later works.

15 : 30h – 16 :00h : Coffee break.

16 : 30h – 17 : 30h :

Zeke Mazur

Institut d’Études Anciennes (Univ. Laval)

Traces of the competition between the

Platonizing Sethian Gnostics and Plotinus’

circle over the interpretation of Plato, part I :

The case of Zostrianus, pp. 44-46.

Dia 20 de março

9:00h-10:00h :

Mauricio Pagotto Marsola

Sur la hamartía (II 9 [33], 9 e I 2 [19], 6, 2-3).

10 :00h : Coffee break.

10:30h -11:30h :

Lorenzo Ferroni

Unifesp (pós-doc).

Le traité 30 [III.8] de Plotin e la gnose:

une réflexion textuelle.

15 : 00h – 16 :00h :

Andrei Cornea

Universidade de Bucarest

Figures de la Nature avant-, dans- et

après le Traité 30 (III.8) de Plotin.

16 :00h -16 :30h – Coffee break.

16 :30 – 17 :30h :

Daniela Patrizia Taormina

Università degli

studi di Roma II « Tor Vergata »

Il Demiurgo «memorioso »

dello gnostico immemore. Plotino critico

degli gnostici nel trattato 33 (II 9) 12 e 16.

18 :00h : Encerramento.

Contato

Jean-Marc Narbonne

Luciana Gabriela Soares Santoprete

(Texto dos organizadores)

Link:https://iicsanpaolo.esteri.it/iic_sanpaolo/pt/gli_eventi/calendario/colloquio-internazionale-strategia-antignostica-negli-scritti-di-plotino.html

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *